Um “apitaço” promovido por manifestantes ligados ao Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores de Rondônia (Singeperon), bem como uma oração feita pelo deputado estadual Pastor Alex Silva (PRB), marcaram o início dos trabalhos da 10ª legislatura da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO), nesta terça-feira (19) em Porto Velho.

Presente com faixas e balões, um pequeno número de agentes penitenciários se manifestou promovendo um “apitaço” quando o vice-governador do Estado, José Jordan, foi convidado a falar.

Não houve tumulto, mas Jordan se viu forçado a parar o discurso por conta dos apitos. A categoria segue em mobilização grevista desde 18 de janeiro.

Primeira sessão ordinária da ALE, em 2019, foi acompanhada por diversas autoridades. — Foto: Toni Francis/G1

O manifesto durou poucos segundos, mas só cessou de vez depois que o presidente do Legislativo Estadual, deputado Laerte Gomes (PSDB), se comprometeu em sentar com a liderança do governo estadual para tratar da questão reivindicada pelos agentes penitenciários – incorporação das horas extras aos vencimentos mensais.

Laerte Gomes disse também que a questão deve ser resolvida de modo que atenda os anseios dos servidores públicos, mas que não prejudique o Estado.

Ao retomar o discurso, José Jordan reforçou os compromissos assumidos em campanha e leu uma carta escrita pelo governador do estado, Coronel Marcos Rocha (PSL), que está em Brasília. Na carta, o chefe do executivo estadual reafirmou o comprometimento com o estado democrático de direito, com respeito à autonomia dos poderes.

Marcos Rocha escreveu ainda que prestigiará o diálogo, fortalecerá quem produz e injeta dinheiro nos cofres públicos e que reduzirá da “máquina pública” para equilibrar as contas.

José Jordan frisou ainda a questão do compromisso com o pagamento dos servidores públicos. “Estamos todos em um mesmo barco, qualquer medida equivocada terá um reflexo negativo para todos”, comentou.

Primeira sessão do ano inaugura os trabalhos na nova sede do legislativo estadual. — Foto: Toni Francis/G1

Religião

Na abertura da sessão ordinária, o presidente da ALE-RO convidou o deputado Pastor Alex Silva a ler um trecho da bíblia e fazer uma oração.

O parlamentar escolheu o Salmo 86, descrevendo a aflição de um necessitado que, em súplicas a Deus, clama pela misericórdia divina. Em seguida, foi feita a oração.

Autoridades

A solenidade foi prestigiada pelo presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), desembargador Walter Waltemberg, pelo procurador da República, Reginaldo Trindade, do Ministério Público Federal, pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado, Edilson de Souza Silva, pelo defensor Público-Geral, Marcos Edson de Lima, e por várias autoridades políticas, tanto estaduais quanto municipais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here